PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quinta-feira, 8 de março de 2012

OMS » Prevenção e tratamento da tuberculose já salvaram quase 1 milhão de soropositivos

OMS » Prevenção e tratamento da tuberculose já salvaram quase 1 milhão de soropositivos

Publicação: 02/03/2012 14:59 Atualização:

Cerca de 910 mil soropositivos em todo o mundo foram salvos nos últimos anos apenas com a melhoria das ações de proteção contra a tuberculose, de acordo com dados divulgados hoje (2) pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A tuberculose é a principal causa de morte entre pessoas com o vírus HIV. Como o vírus da aids enfraquece o sistema imunológico, os soropositivos acabam ficando mais expostos à tuberculose. Por isso, é comum que pessoas infectadas pelo HIV também sofram de tuberculose.

Dados indicam que o número de soropositivos que fizeram exames para detectar a tubeculose passou de 200 mil em 2005 para 2,3 milhões em 2010. Já o total de pacientes com tuberculose que se submeteram ao teste de detecção do HIV passou de 470 mil para 2,2 milhões no mesmo período.

A OMS defende a adoção de medidas como a testagem rotineira para detecção do HIV em pacientes diagnosticados com tuberculose, em pessoas com sintomas da doença e em parceiros sexuais e membros das respectivas famílias dos portadores do vírus da aids.

De acordo com o levantamento, mais de 100 países já fazem testes em mais da metade dos pacientes com tuberculose para detectar a presença do HIV. Na África, número de países que adotam esse procedimento saltou de cinco em 2005 para 31 no ano passado.

“Entretanto, há ainda muito trabalho a ser feito. O número de pacientes coinfectados com tuberculose e HIV aumentou gradualmente de 36% para 46% nos últimos cinco anos”, alertou a OMS. Para o órgão, todos os pacientes soropositivos diagnosticados com tuberculose devem ter acesso rápido aos remédios antirretrovirais.

Da Agência Brasil

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN