PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Mobilização Comunitária Além da TV REDE MANDACARU E PARCEIRA DESTA IDEIA.... CANAL FUTURA ALEM DA TV....


Mobilização Comunitária

Além da TV

Cerca de 250 pessoas participaram da exibição do documentário LEVA no dia 28 de agosto na Ocupação Mauá, edifício que serviu de palco para a realização do filme. Lideranças dos movimentos de moradia de São Paulo participaram do debate realizado em seguida, no qual o tom dominante era de união e de comemoração pelas conquistas dos grupos. Além dos integrantes dos movimentos, participaram estudantes universitários, jornalistas, representantes de organizações sociais, professores universitários, arquitetos e pessoas da sociedade civil.
Os movimentos de moradia envolvidos na organização do evento querem distribuir o documentário entre seus grupos e utilizá-lo em suas ações de mobilização para divulgar a causa. Raquel Rolnik, relatora da ONU para o direito à moradia, destacou a iniciativa de um canal de televisão mostrar a realidade da luta pelo direito à moradia. “Os grupos são vistos de forma distorcida pela sociedade. Esse documentário rebate todas estas visões e mostra a força que os movimentos de moradia representam em busca de direitos”.
O documentário revela o dia a dia das lideranças e o processo de organização, conscientização e até mesmo o momento em que o grupo faz a ocupação de fato. A narrativa do filme é construída de maneira que possibilita ao espectador vivenciar um pouco dessa trajetória, sentir a tensão dos seus protagonistas em momentos de luta e se emocionar com suas histórias de vida. Produzido pela produtora paulista Preta Portê Filmes, LEVA foi o vencedor do 1º Doc Futura, pitching realizado para selecionar um documentário com o tema “pobreza” para coprodução e exibição pelo Canal Futura.
Sobre a mobilização
Para o futura se constituir como projeto social de comunicação, mais que informação ele deve se comprometer com a  transformação social. Nesse sentido a mobilização deve ser:
  • Mediadora em um Processo de Diálogo crítico e constante, que permita incluir na dinâmica do Canal a perspectiva de grupos sociais, singularidades e organizações da sociedade civil que, em geral, estão invisibilizados – ou tratados de forma reduzida – nas mensagens e imagens dominantes na mídia; Incluindo na tela da TV novos temas, novas perspectivas para antigos temas, novos sotaques, estéticas e uma diversidade mais ampla de pontos de vista
  • Realizadora do caminho de volta: ou seja, para que o conteúdo do Canal chegue mais perto e possa ser efetivamente reapropriado por redes e movimentos que, em todo o Brasil, empenham-se na transformação social. O conteúdo do Canal, enriquecido pelo diálogo e incorporação de uma perspectiva mais ampla, pode ser e tem se revelado um material de grande utilidade e relevância para redes e organizações da sociedade civil e redes públicas.
Como deve atuar a mobilização comunitária do Canal Futura:
  • Diálogo qualificado com redes sociais
  • Articulação local e nacional
  • Aborda causas plurais prioritárias para o futura
  • Troca de conteúdos com instituições agregando valor as partes
  • Estabelecer parceria para implementação do conteúdo futura junto a instituições locais de reconhecida especialização
  • Ilumina tendências e singularidades que possam trazer causas inéditas e relevantes para os públicos prioritários do futura
  • Integração constante com a programação do canal
  • Capacidade de inovação de processos (metodologias) e produtos
  • Monitoramento permanente e avaliação de resultados
  • Aprendizado e formação permanente de todos envolvidos
  • Desenvolvimento de capital humano e social
Campos de Atuação da mobilização:
  • Diálogo e articulação com  redes da sociedade
  • Implementação de projetos com utilização do conteúdo futura de forma a contribuir na transformação social e ampliar o conhecimento do futura
  • Apoio a produção de conteúdo em diálogo com grupos sociais
De forma transversal a área atua também nos seguintes eixos:
Comunicação       /      Monitoramento   /    Formação Continuada
Temas prioritários para o futura / Mobilização em 2009
  • Direitos Humanos
  • Direitos de crianças e adolescentes
  • Enfrentamento da Exploração Sexual de crianças e adolescentes
  • Juventude e participação
  • Meio Ambiente
  • Saúde
  • Educação
  • Igualdade Racial
  • Mídias (produção em diálogo e novas plataformas tecnológicas)

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN