PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quarta-feira, 22 de julho de 2015

O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas e ciganos (NEABIC) do xxxxxxxxx, é constituído por Grupos de Ensino, Pesquisa e Extensão através de Portaria, voltados para o direcionamento de estudos e ações para as questões étnico-raciais.

Resultado de imagem para neabi




2. Justificativa

O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas e ciganos (NEABIC) do xxxxxxxxx, é constituído por Grupos de Ensino, Pesquisa e Extensão através de Portaria, voltados para o direcionamento de estudos e ações para as questões étnico-raciais.

O NEABIC - Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas e ciganos do xxxxxxxxxxxxxxxfoi criado pela Portaria nº xxxxxxxxxxxxxxxxx, estando voltado para as ações afirmativas e em especial para a área do ensino sobre África, Cultura Negra e História do Negro no Brasil, pautado na Lei nº 10.639/2003 e das questões Indígenas, Lei nº 11.645/2008, que normatiza a inclusão das temáticas nas diferentes áreas de conhecimento e nas ações pedagógicas.



Resultado de imagem para neabi


3. Objetivos

I. Promover encontros de reflexão e capacitação de servidores em educação, para o conhecimento e a valorização da história dos povos africanos, da cultura afro-brasileira, da cultura indígena e da diversidade na construção histórica e cultural do país;

II. Promover a realização de atividades de extensão como seminários, conferências, painéis, simpósios, encontros, palestras, oficinas, cursos e exposições de trabalhos e atividades artístico-culturais;

III. Propor ações que levem a conhecer o perfil da comunidade interna e externa do Campus nos aspectos étnico-raciais;

IV. Implementar a Lei nº 10.639/03 e nº 11.645/08 que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, que está pautada em ações que direcionam para uma educação pluricultural e pluriétnica, para a construção da cidadania por meio da valorização da identidade étnico-racial, principalmente de negros, afrodescendentes e indígenas;

V. Fazer intercâmbio em pesquisas e socializar seus resultados em publicações com as comunidades interna e externas ao Instituto: universidades, escolas, comunidades negras rurais, quilombolas, comunidades indígenas e outras instituições públicas e privadas;

VI. Motivar e criar possibilidades de desenvolver conteúdos curriculares e pesquisas com abordagens multi e interdisciplinares, de forma contínua;

VII. Colaborar em ações que levem ao aumento do acervo bibliográfico relacionado a educação pluriétnica em cada Campus;

VIII. Incentivar a criação de grupos de convivência da cultura afro-brasileira e indígena, em especial com os alunos do Campus.

4. Forma de Adesão ao Núcleo: servidores da rede pública municipal e estadual, docentes da rede particular, representantes de entidades socais, representantes de grupos étnicos de xxxxxxxx e região. Aos demais interessados a adesão será analisada pela comissão do núcleo.

5. Permanência: condicionada ao planejamento e participação das atividades do Núcleo.

6. Área de Atuação: formação de alunos, formação de professores e demais profissionais em educação, eventos culturais junto a comunidade acadêmica e externa, pesquisa sobre etnicidade, assessoria a Secretárias de Educação de Município e Estado.

7. Área de Abrangência: xxxxxxxxxxxxxx

8. Vinculação Direta:xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



A Cor da Cultura.
Voltada a qualquer cidadão ou cidadã, a formação tem como objetivos abrir espaço para apresentação do projeto e das instituições, das construções coletivas, regras, ideias e práticas, bem como para uma imersão em aspectos conceituais no campo das relações étnico-raciais. Pretende ainda fortalecer a importância política da implantação da Lei nº 10.639/2003 e 11.645/08, por meio do projeto A Cor da Cultura, ampliando assim o conhecimento e a compreensão sobre a história dos(as) afrodescendentes e a história da África, contribuindo para que os objetivos previstos da referida Lei venham a ser atingidos.
Além disso, visa oferecer formação de professores(as), tendo como base os valores civilizatórios afro-brasileiros e afroameirndios, em articulação com o material pedagógico A Cor da Cultura e contribuir, pelo caminho da ação educativa escolar, para a erradicação dos efeitos das discriminações sociais e étnico-raciais que perpassam o Brasil.

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN