PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

terça-feira, 15 de maio de 2012

Sem definições para a Saúde, Governo faz "sondagens" - enquanto isso COEPIR E OUTRA COORDENAÇÕES CONTINUAM ABANDONADASREDE MANDACARU RN E MOVIMENTO SOCIAL LIDERA AÇÃO PARA RETOMADA DA COEPIR RN

A governadora Rosalba Ciarlini esperava resolver as pendências do Secretariado este final de semana, mas um somatório de impasses impediu que a reestruturação no primeiro escalão tivesse um desfecho. Com o recuo de Luiz Roberto Fonseca, coordenador do Samu, para a Secretaria de Saúde Pública (Sesap), surge agora um nome de peso - a professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ana Tânia Sampaio, para a pasta. A professora, que é considerada uma das maiores especialistas no assunto Sistema Único de Saúde (SUS) do País, já foi adjunta do ex-secretário Domício Arruda e, por discordar do método utilizado atualmente na Sesap, não deve aceitar o convite. Ela está sendo sondada com uma certa insistência, mas informações de bastidores dão conta de que não há interesse em trocar a UFRN pelo Governo.

Um outro problema que o primeiro escalão dá a Rosalba Ciarlini, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), também continua incólume. O procurador geral de Justiça, Manoel Onofre Neto, não se reuniu com o Conselho Superior do Ministério Público ontem e permanece indefinida a situação do promotor de Defesa do Consumidor, José Augusto Péres, convidado para assumir a Sejuc. Trocando em miúdos, voltou-se a estaca zero e o único nome confirmado é o do marido da democrata, Carlos Augusto Rosado, que deve ser nomeado para a chefia do Gabinete Civil.

A governadora não tem procurado novos nomes porque prefere aguardar o retorno do procurador geral de Justiça (PGJ), Manoel Onofre Neto, para insistir na liberação do promotor. Mas o chefe da PGJ estava irredutível inicialmente quanto à liberação de Péres, embora tenha em seu desfavor o fato de o promotor externar a vontade de enfrentar o desafio na Sejuc. A decisão está nas mãos de Onofre e do Conselho Superior do Ministério Público. De qualquer maneira, conversas internas entre os promotores dão conta de um desconforto com a possibilidade de um dos membros da instituição assumir um cargo no Executivo face o desgaste da gestão democrata.

A nova composição da administração do DEM no Estado prestigia a própria governadora, com a indicação do marido Carlos Augusto Rosado; o PR, partido mentor da indicação de José Augusto Péres e que poderá dar as cartas também na Setur; além de priorizar o caráter técnico, com a Sesap. Com a negativa do engenheiro Jaime Mariz, que foi convidado para liderar uma espécie de "choque de gestão", através da Secretaria de Planejamento e das Finanças (Seplan), permanece na pasta Obery Rodrigues, homem de confiança da governadora e do novo chefe do Gabinete Civil. Carlos Augusto Rosado terá como adjunto o atual titular do GAC, Anselmo Carvalho.

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN