PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quarta-feira, 16 de maio de 2012

fragmentação de editais...

A política cultural que vem sendo formatada no Rio Grande do Norte pode ser relacionada ao velho ditado de "colocar o carro na frente dos bois". Essa é a impressão que se tem diante da enxurrada de editais que surgem sem nenhum debate prévio com artistas, e que utilizam recursos do Fundo Estadual de Cultura antes mesmo da Comissão Gestora ser definida. Ao todo estão abertos onze editais, quatro deles ainda sob consulta pública para acolher sugestões, que podem ser consultados na página eletrônica da Secretaria Extraordinária de Cultura (cultura.rn.gov.br). 

Aldair DantasIsaura Rosado, secretária Extraordinária de CulturaIsaura Rosado, secretária Extraordinária de Cultura
Entre os editais válidos, está o que prevê a realização de eleições para definir os quatro representantes do segmento artístico dentro da Comissão Gestora do FEC (edital 08/2012). Com inscrições abertas desde ontem, a formatação do grupo é fundamental para formalizar o funcionamento do Fundo. Formada por nove membros, sendo quatro artistas, dois indicados pelo Conselho Estadual de Cultura, dois representantes do Poder Executivo e um da FJA / Secretaria Extraordinária de Cultura, a Comissão Gestora é responsável pelo gerenciamento e fiscalizar a utilização dos R$ 12 milhões que deverão ser aplicados durante o ano de 2012 pelo Governo do RN.

Segundo a Consultoria Geral do Estado a lei já está em vigor, mas alguns pontos ainda precisam de regulamentação para que o Fundo funcione plenamente - como a regulamentação dos Sistemas de Bandas, Museus e Bibliotecas e a própria Comissão Gestora. "A questão é que o chamamento para essa eleição que define os representantes dos artistas é de responsabilidade da sociedade civil, está previsto na lei, e como ficamos aguardando sinalização do Governo para iniciar as articulações do processo fomos pegos de surpresa com a publicação do edital", disse a atriz Ivonete Albano, integrante da Rede Potiguar de Teatro e do Fórum Potiguar de Cultura.

Para Ivonete, o convênio de colaboração assinado no início de abril entre o Ministério da Cultura e o Governo do RN, formaliza a adesão do Estado ao Sistema Nacional de Cultura. "A partir do momento que o compromisso é firmado, a principal diretriz deve ser respeitada e posta em prática, e é justamente a que determina participação da sociedade na elaboração de qualquer ação ou edital. Não é isso que estamos vendo", lamenta. A atriz informou que o segmento teatral vai entrar com pedido de impugnação do processo eleitoral nos próximos dias.

A atriz também questiona um posicionamento da governadora Rosalba Ciarlini quanto a condução da política cultural no RN: "Quando Rosalba era candidata ela se propôs a lançar um olhar diferenciado para o setor, mas tudo vem sendo feito de cima para baixo sem consulta, sem conhecer a real necessidade dos artistas. Precisamos de alguém com sensibilidade, que ouça nossas reivindicações", reclama. Segundo Ivonete, é "uma grande incoerência estarem usando o Fundo sem uma comissão gestora".

Já Isaura Rosado, secretária Extraordinária de Cultura, rebate e diz que o cronograma para o FEC começar a funcionar está atrasado. "Não podemos mais adiar, acatei reivindicações do Fórum Potiguar com a condição de que não atrase ainda mais o início do funcionamento do Fundo."

Adriano AbreuCia da Edtam viajou para Europa por conta própriaCia da Edtam viajou para Europa por conta própria
Viagens e intercâmbios

Para viabilizar a participação de artistas em eventos realizados no Brasil ou exterior (como as turnês da EDTAM, em foto acima) a FJA colocou para consulta pública o texto do edital "Intercâmbio 2012/2013", para concessão de passagens terrestres e aéreas. Artistas, técnicos, agentes culturais e estudiosos da área cultural residentes no RN podem concorrer. A quantidade de projetos não foi definida, mas serão aplicados R$ 60 mil.

Produção cultural 

Para atender pequenas demandas cotidianas da FJA foi elaborado o edital "Incentivo e Apoio a Eventos Culturais  2012/2013" (03/2012), que cobre pedidos de ajudas de custo para cobrar cachês, passagens aéreas, material publicitário (impressos) e divulgação (carro de som, rádio, jornal e TV). A proposta, elaborada pela equipe da Fundação, prevê recursos de até R$ 3 mil para 40 propostas. "Não discutimos com ninguém 
para formatarmos esse edital, até por que é uma demanda da Fundação de fluxo contínuo e a intenção é se tornar uma ação permanente", justificou Isaura Rosado, da FJA/SecultRN. Com validade semestral, a primeira etapa do edital recebe inscrições no próximo dia 4 de junho; e a segunda abre dia 1º de agosto. Estão destinados R$ 120 mil para o incentivo. 

Emanuel AmaralTeatro Alberto Maranhão abre pautas para espetáculos inéditos de teatro, música e dançaTeatro Alberto Maranhão abre pautas para espetáculos inéditos de teatro, música e dança
Ocupação do Teatro Alberto Maranhão

O edital "Apoio aos Novos da Arte 2012/2013" (05/2012) viabiliza a ocupação do Teatro Alberto Maranhão (Ribeira) por espetáculos inéditos nas áreas de teatro, dança, música, poesia e humor. Segundo Isaura Rosado, o formato do edital foi discutido com produtores e artistas durante reunião no TAM. A meta é ocupar as primeiras terças-feiras do mês com duas sessões. As inscrições estão abertas e seguem até 1º de junho.  Serão selecionados 24 projetos, que estarão isentos da pauta 
e poderão utilizar todos os equipamentos o teatro.

Impressão de livros

Lançado em 2011 para nortear a política editorial da Gráfica Manimbu / Fundação José Augusto, o edital "Cultura Publicações" (02/2011) prevê o lançamento anual de 30 livros. As inscrições são permanentes e estão abertas a autores potiguares e/ou escritores de outros lugares que ressaltem a cultura do RN - cada título sai com 500 exemplares e cada escritor recebe 200 cópias. Entre as categorias contempladas estão prosa, poesia, contos, antologias, infantil, pesquisas, história em quadrinhos e cordel. As obras devem vir diagramadas, revisadas e prontas para impressão. O escritor Carlos de Souza (foto) lançou livro via edital.
Rodrigo SenaGoverno do RN lança quase dois milhões em editais através do Fundo Estadual de Cultura mas fatia para classe artística fica diluída devido ao grande número de contemplados e ainda a inclusão de escolas, prefeituras e fundações, que também podem pleitear verbas.Governo do RN lança quase dois milhões em editais através do Fundo Estadual de Cultura mas fatia para classe artística fica diluída devido ao grande número de contemplados e ainda a inclusão de escolas, prefeituras e fundações, que também podem pleitear verbas.

Autos e espetáculos


Autos religiosos, celebrações históricas e festejos cívicos podem pleitear apoio financeiro através do edital "Atos do Povo - Apoio às Celebrações Históricas, Sacras, Profanas e Cívicas de Caráter Público 2012/2013" (06/2012). As propostas poderão ser encaminhadas até o próximo dia 10 de junho, por pessoas físicas ou jurídicas. Estão previstos investimentos da ordem de R$ 590 em 44 projetos, média de R$ 13,4 mil por prêmio, sendo 10 projetos novos. Como o edital também utiliza recursos do orçamento da FJA e/ou Fundo Estadual de Cultura, um detalhe chama atenção: prefeituras municipais e autarquias vinculadas ao Governo podem participar da concorrência, fato prevista na lei do Fundo Estadual de Cultura (nº 460/2011).

Salão Xico Santeiro/Artes plásticas

A participação de artistas plásticos no 2º Salão Nordeste de Arte Popular Xico Santeiro também será garantido através do edital nº 04/2012. A proposta é selecionar 30 obras para exposição na Pinacoteca do Estado em agosto. As incrições já estão abertas e seguem até dia 27 de junho. Ao 
todo serão distribuídos cerca de R$ 20 mil entre 30 premiados, o que dá uma média de R$ 660 por artista. Os três vencedores levam R$ 3 mil cada.

Rodrigo SenaGrupos populares podem enviar sugestões para o Prêmio Dífilo GurgelGrupos populares podem enviar sugestões para o Prêmio Dífilo Gurgel
Grupos Folclóricos

Alguns editais, antes de serem oficialmente publicados, são lançados na página eletrônica da SecultRN (cultura.rn.gov.br) para acolher sugestões - subterfúgio entendido pelos artistas para justificar a não elaboração conjunta dos textos. "Não fomos consultados, não estava sabendo de nada até agora e se for para usarem o nome do professor Deífilo Gurgel que façam a coisa bem feita", avalia o fotógrafo e produtor cultura Lenilton Lima, do Ponto de Cultura Boi Vivo. 

Lima atua junto a grupos populares e tradicionais de Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante, e garante que os valores apresentados no edital Prêmio Deífilo Gurgel de Cultura Popular "não promove a sustentabilidade dos grupos". Para ele, um prêmio de R$ 2 mil "supre a necessidade para quem vai pedir uma ajudinha!". Serão injetados R$ 218 mil em 105 projetos.

Oficinas de cinema

Ainda sob consulta pública na página eletrônica da SecultRN (cultura.rn.gov.br), o edital "Iluminar 2012 - Audiovisual" pretende financiar oficinas de roteiro, direção, fotografia, edição em cidade do interior do RN. Serão aprovadas até 13 propostas, com recursos médios de R$ 5,8 mil. "Estou sabendo disso agora, e dê cara vejo que é um equívoco pois não houve nenhum diálogo com os realizadores para equacionar essa proposta. Se é público, o público precisa ser consultado, estamos passando por uma nova fase de gestão compartilhada. Não adianta ter boa vontade se não atende as necessidades reais do segmento", lamentou o cineasta Buca Dantas.

Marcelo BarrosoPrêmio Junino 2012 já está recebendo inscriçõesPrêmio Junino 2012 já está recebendo inscrições
Festas juninas

Os festejos juninos, a exemplo do que aconteceu ano passado, serão incentivados através do edital Prêmio Junino 2012 (07/2012). A intenção é contemplar até 200 propostas com R$ 500 mil de recursos, um prêmio bruto de R$ 2,5 mil para cada proposta encaminhada. Serão selecionadas arraiás, festivais juninos e quadrilhas juninas. As inscrições estão abertas até 13 de junho.


Oficinas teatrais

O edital "Iluminar 2012 - Artes Cênicas" também passa por fase de consulta pública. A intenção é investir R$ 73 mil em até 20 propostas de oficinas de direção teatral, figurino, cenografia, iluminação e expressão corporal em cidades do interior do RN. A média por proposta é de R$ 3,65 mil.

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN