PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

O Centro Municipal de Educação Infantil Professora Francisca Célia Martins, no Vale Dourado, Zona Norte está completando completa CINCO ANOS anos. Mas infelizmente não tem muito o que comemorar. O CMEI não recebe o dinheiro de forma direta e vive de contribuição dos professores, bingos, bazar e outros mecanismos de arrecadação de recursos. Crise na PMN e Bloqueios deixam 55 mil alunos sem merenda e CMEIs fechados




Crise na PMN e Bloqueios deixam 55 mil alunos sem merenda e CMEIs fechados




GENTE MAIS UMA ANO MAIS UMA FILA NA FRENTE DOS CMEIS DE TODA A NATAL INCLUSIVE NA ZONA NORTE SURRADA DE GUERRA, O INCRIVEL E HOJE QUANDO OS PAIS FORAM CHAMADOS PARA REUNIÃO COM ESCOLA PARA DIZER OS SEGUINTE:

- NAO TEMOS MERENDA
- NÃO TEMOS FARDAMENTO ESCOLAR E MATERIAIS DIVERSOS
-NAO TEMOS DINHEIRO POR QUE A MA GESTÃ NAO CONSEGUE REGULAR A ESCOLA COM INDEPENDENCIA E CAIXA E GESTÕA ESCOLAR COM DETERMINA LEGISLAÇÕES
- FALTA UM POUCO DE TUDO E O ANO LETIVO NAO COMEÇA DE NOVO HÁ VARIOS ANOS A MESMA COISA ENTRA GESTÃO SAI GESTÃO O VICIO CONTINUA E O DESCASO CONTINUA MESMO PREJUDICADOS PAIS E MÃES E ALUNOS... ZONA NORTE CONTINUA ABANDONADA E AGORA SAIU WILMA, ENTROU MICARLA E AGORA CARLOS EDUARDO E A PRATICA E O DISCUSSO  CONTINUA O MESMO ATE QUANDO NOS ELEITORES NAO TEREMOS VERGONHA NA CARA...


07/04/2010 Denúncia

CMEI Célia Martins denuncia descaso da prefeitura

O Centro Municipal de Educação Infantil Professora Francisca Célia Martins, no Vale Dourado, Zona Norte está completando completa dois anos. Mas infelizmente não tem muito o que comemorar. O CMEI não recebe o dinheiro de forma direta e vive de contribuição dos professores, bingos, bazar e outros mecanismos de arrecadação de recursos.
A Coordenadora Geral do SINTE-RN Fátima Cardoso visitou o Centro e constatou o pouco interesse do governo com a escola pública. “A brinquedoteca só tem aterial porque os professores compram e adquire de outras formas. O descaso é tão grande que a prefeitura só manda material de limpeza e a merenda” revela Fátima Cardoso. Ela conclui que o Sindicato não irá calar diante de uma situação dessas e que vai exigir que a prefeitura cumpra a sua responsabilidade.
 
http://www.sintern.org.br/noticias/visualizar/217/cmei_celia_martins_denuncia_descaso_da_prefeitura

"A paralisação das atividades no CMEI prejudicará, além dos alunos, aos próprios pais. Para Joilma Pereira, de 30 anos, a situação é preocupante. “Estava em experiência como camareira em um hotel e perdi a chance de permanecer justamente por causa da minha preocupação com meu filho. Ele não tem com quem ficar e agora terei que ficar com ele, já que não tem mais como vir à creche”, lamentou. Gleice Medeiros, de 27 anos, necessitará deixar seu filho em João Câmara na casa da sogra, para poder trabalhar" .

SÓ PARA ESCLARECER QUE ISSO JÁ E PRAXIS NAS ESCOLAS DO RN...
GENTE VERGONHA NA CARA FICOU PARA POUCOS INCLUSIVE PARA OS OS ELEITORES E MUNÍCIPES....

No Rio Grande do Norte, no início de novembro do ano 2011, a 78ª Promotoria de Justiça de Defesa da Educação da Comarca de Natal expediu, em conjunto com o Ministério Público Federal, Recomendação para que os gestores de escolas públicas e a Secretaria Estadual de Educação observem as determinações da Lei nº 11.947/2009 com relação à aquisição de alimentos para a merenda escolar. Os gestores devem destinar o percentual mínimo de 30% dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o que não tem sido cumprido. Para a aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações é dispensado o procedimento licitatório caso os preços sejam compatíveis com os vigentes no mercado local, atendendo às exigências do controle de qualidade estabelecidas. Segundo a Promotoria deve ser observada a exigência de procedimento de Chamada Pública (modalidade de edital) para a aquisição dos alimentos. Com isso temos esperança que de fato o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) possa contribuir para o crescimento e o desenvolvimento biopsicossocial, a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de hábitos alimentares saudáveis dos alunos, por meio de ações de educação alimentar e nutricional e da oferta de refeições que cubram as suas necessidades nutricionais durante o período letivo.

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN