PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Violência contra juventude negra é debatida em audiência pública 20 de Novembro no RN na assembleia legislativa "deputados" do RN.

Notícias

20/11/2013

Violência contra juventude negra é debatida em audiência pública 20 de Novembro no RN na assembleia legislativa "deputados" do RN.

A violência contra a juventude negra do Rio Grande do Norte foi tema de audiência pública, realizada nesta quarta, 20, no plenarinho da Assembleia Legislativa, em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra. O evento, iniciativa do mandato do deputado Fernando Mineiro (PT), contou com a participação de representantes de diversas instituições do Movimento Negro (quilombolas, indígenas, povos de terreiros e religiões de matizes africanas).
 
Dep. Mineiro reiterou o compromisso do mandato com a luta pela igualdade racial. Ele afirmou que é preciso “dar visibilidade às comunidades quilombolas”, por se tratarem de territórios “esquecidos pelo poder público”. 
 
"O representante da  REDE MANDACARU BRASIL e  coordenador colegiado do forum permanente de educação e diversidades etnicos raciais  MEC/SECADI no RN, e do CENERAB Sessão do RN  Centro Nacional de resistencias e  Africanidades Afrobrasileira, Josimar Rocha Fernandes (Fernandes Olufon), denunciou o “desmonte e o sucateamento das políticas públicas de igualdade racial” no Rio Grande do Norte. 

Ele frisou que essa situação se reflete no crescimento da violência contra a juventude negra em todo o RN". "em especial na comunidade periferica -  Nossa senhora da apresentação zona norte da Capital onde exerce mobilização a mais de 25 anos confirmada pelos dados do ITEP/SESED/RN e dados da violência no RN.
 
A representante do Centro Marista de Juventude, Aline Nalon, afirmou que a maioria dos jovens que têm direitos negados e vidas tiradas é formada de negros que vivem nas periferias das grandes cidades. Ela alertou para o que chamou de “extermínio da juventude” e ressaltou a importância da adesão do RN ao Plano Juventude Viva, criado pelo governo federal reunindo ações de prevenção que visam a reduzir a vulnerabilidade dos jovens a situações de violência física e simbólica.
 
Divaneide Basílio, uma das organizadoras do 4º Seminário sobre Realidades Juvenis, marcado para os dias 29 e 30/11, enfatizou que o extermínio dos jovens tem “cor, idade e endereço”, uma vez que as maiores vítimas são negros, jovens e moradores das periferias. 
 
Os debatedores chamaram atenção, ainda, para o racismo institucional no Rio Grande do Norte, classificado com “uma praga”. No encerramento da audiência, Mineiro lembrou o herói quilombola Zumbi dos Palmares. “Viva Zumbi e viva o esforço daqueles que lutam por justiça e igualdade racial”, conclamou. 
Fonte: Assessoria do Mandato do deputado Fernando Mineiro - assembleia legislativa do estado do RN

editado: assessoria da REDE MANDACARU BRASIL

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN