PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

terça-feira, 19 de novembro de 2013

futura apresenta programação especial na semana da consciência negra...

futura apresenta programação especial na semana da consciência negra

Por Bruna Ventura
Qual é a cor da sua pele? Se você está lendo este post, provavelmente você vive no Brasil. E se você é brasileiro, talvez não consiga responder esta pergunta. O Brasil é o país da miscigenação: tem a maior população afrodescendente do mundo fora do continente africano, mistura a origem latino-americana com a influência do colonizador europeu, abriga colônias orientais, árabes, alemãs, italianas. São séculos de História, dominação, luta e resistência que se refletem na pele.
Não parece contraditório que, mesmo com toda esta diversidade, ainda exista racismo no Brasil? Os números comprovam uma dura realidade: enquanto mais da metade da população brasileira é negra, os negros enfrentam desvantagens no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), no analfabetismo, no desemprego, no salário médio, no acesso ao saneamento básico e até no número de assassinatos por ano.
Depois de mais de três séculos de dominação, o país que mais importou africanos e foi o último a abolir a escravidão negra no mundo inteiro luta para superar a herança destes tempos.
Novembro, mês da Consciência Negra
O dia 20 de novembro foi escolhido para representar o Dia da Consciência Negra, em homenagem aZumbi, líder do Quilombo Palmares, covardemente capturado e assassinado nesta data, no ano de 1695. Até hoje existem milhares de comunidades quilombolas formadas por descendentes dos habitantes dos antigos Quilombos. Um levantamento da Fundação Cultural Palmares, do Ministério da Cultura, mapeou 3.524 comunidades, mas há estudos que indicam que elas podem chegar a cinco mil em todo o Brasil.
Na Semana da Consciência Negra, o Canal Futura apresenta programação especial
No dia 20, você vai saber mais sobre a vida de personalidades como Cartola e Dona ZicaChica da SilvaClementina de JesusBispo do RosárioAbdias do Nascimento e Dom Obá na terceira temporada da série Heróis de Todo Mundo. Dirigidos por Luiz Antônio Pilar, os episódios resgatam a história e a contribuição destes “heróis” do povo para a cultura afro-brasileira, às 19h55.
A série Heróis de Todo Mundo integra o projeto social A Cor da Cultura. Todo o material da série será distribuído em escolas públicas de cinco estados (Pará, Maranhão, Espírito Santo, Goiás e Rio Grande do Sul), em 2014, como ferramenta de apoio à lei 10.639/2003, que institui o ensino de história e cultura da África e dos povos afrodescendentes na grade curricular.
Ainda no dia 20, às 20h, a série Diz aí – Enfrentamento ao Extermínio da Juventude Negra dá voz a pessoas que convivem com essa realidade, amplifica o debate sobre o tema e apresenta experiências positivas no combate à violência entre jovens negros.
Os interprogramas são fruto do diálogo entre o núcleo de mobilização do Futura e grupos de jovens que atuam nos estados do Pará, Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro.
No dia 21, o Futura apresenta o documentário Kilombos, um resgate das memórias e narrativas orais da cultura negra. Ainda hoje, os direitos dos quilombolas são violados. Não apenas o direito à propriedade, mas o acesso à saúde, à educação e a fontes de rendimento sustentáveis. Filmado em várias comunidades do estado do Maranhão, o documentário vai ao ar às 22h.
E é claro que o Conexão Futura não poderia ficar de fora da programação especial: de segunda a sexta, às 15h20, o programa traz entrevistas com educadores, ativistas do movimento negro,  e especialistas no tema. Entre os convidados estão o fotógrafo Walter Firmo, a educadora Valdina Pinto (Makota), o professor de Economia Marcelo Paixão, a ativista Alzira Rufino e o artista plástico Emanoel Araújo, do Museu Afro-Brasil de São Paulo.
Mais sobre o Quilombo dos Palmares
Os quilombos eram locais de resistência antiescravagista, escondidos no meio das matas, onde os negros refugiados se uniam para manter sua subsistência, cultura, costumes e religiosidade. O Quilombo dos Palmares existiu por um período de quase cem anos, entre 1600 e 1695, no estado de Alagoas, e abrigou cerca de vinte mil habitantes. No imaginário dos escravos, Palmares era como umaTerra Prometida, e Zumbi, um líder eterno e imortal.
A existência desta célula de resistência, além de representar prejuízos, era uma afronta para o domínio colonial. Em 1694, uma legião de 9.000 homens, armados com canhões e liderados pelo bandeirante paulista Domingos Jorge Velho, começou a empreitada que levaria à aniquilação de Macaco, principal povoado de Palmares. O líder Zumbi dos Palmares foi capturado e decapitado para servir de exemplo de intimidação para os escravos rebeldes. Hoje, Zumbi é reconhecido como um herói da resistência negra.
QUANDO VER
Heróis de Todo Mundo
Estreia: 20 de novembro, quarta-feira, às 19h55
Exibição: quartas, quintas e sextas-feiras
Diz Aí
Estreia: 20 de novembro, quarta-feira, às 20h
Kilombos
Estreia: 21 de novembro, quinta-feira, às 22h
Reprise: Sexta-feira, às 13h30min | Sábado, às 04h30min e às 17h | Domingo, às 20h
Conexão Futura
De segunda a sexta, às 15h20
Reprise, às 23h30
O programa também fica disponível no nosso canal no YouTube

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN