PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

CARTA ABERTA , 12 de janeiro de 2015. CARTA ABERTA Prezado Senhor, “Racismo, em primeiro lugar,

CARTA ABERTA , 12 de janeiro de 2015. CARTA ABERTA Prezado Senhor, “Racismo, em primeiro lugar, é referido como sendo uma doutrina, quer se queira científica, quer não, que prega a existência de raças humanas com diferentes qualidades e habilidades, ordenadas de tal modo que as raças formem um gradiente hierárquico de qualidades morais, psicológicas, físicas e intelectuais. [...] Além de doutrina, o racismo é também referido como sendo um corpo de atitudes, preferências e gostos instruídos pela ideia de raça e superioridade racial, seja no plano moral, estético, físico ou intelectual” (Guimarães, 2004, p.17)” O primeiro Colegiado Setorial de Cultura Afro-Brasileira do Conselho Nacional de Politicas Culturais do Ministério da Cultura, lideranças tradicionais de matriz africana, associações, coletivos e artistas negros, abaixo assinados, vem por meio desta, parabenizar Vossa Excelência por sua nomeação para o Ministério da Cultura e desejarlhe sucesso nesta nova etapa. Nós Negras e Negros segundo os últimos dados do IBGE de 2010 somos 50,7% da população brasileira. Participamos árdua e ativamente, desde 2003, na perspectiva da criação e implementação de politicas para população brasileira, e sabemos o quanto a cultura afro-brasileira, Brasil afora, foi fundamental na reeleição para as continuidades deste projeto. Vários marcos legais existem para promover, fazer fruir e salvaguardar a cultura negra brasileira. O Principio Fundamental da Constituição da República Federativa do Brasil que no inciso IV do artigo 3º. diz: “promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.”, o Estatuto da Igualdade Racial ( Lei 12.288, de 20 de julho de 2010), pelas Leis 10.639/2003 e 11.645/2008 que inclui no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”, do Decreto Federal 6040/2007 que institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, a Lei Cultura Viva, a Convenção sobre a proteção e promoção da Diversidade das Expressões Culturais da UNESCO ratificado pelo Brasil por meio do Decreto Legislativo 485//2006, da Convenção nº 169 sobre povos indígenas e tribais e Resolução referente à ação da OIT, o I Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana coordenado pela SEPPIR PR e que agrega os Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Meio Ambiente, Saúde, Educação, Cultura, Planejamento, Orçamento e Gestão, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Fundação Cultural Palmares, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Ao longo destes anos realizamos em parceria com o Poder Público, tantas ações fundamentais para as culturas afro-brasileiras, algumas delas: as três Conferências Nacionais de Cultura, a criação do primeiro Colegiado Setorial de Cultura Afro- Brasileira no CNPC/Minc e a ampliação das “cadeiras” para Capoeira, Povos Tradicionais de Matriz Africana e Hip Hop, além de nossa atuação nas TEIAs nacionais, na ultima realizada no Rio Grande do Norte, criamos o Fórum de Cultura Afro-Brasileira onde debatemos questões sobre a arte negra, juventude negra e protagonismo juvenil, tombamento de territórios tradicionais, mestres e mestras das culturas afro-brasileiras e marcos legais (PL 7447/2010, PL 1176/2011), com a presença de cerca de 300 agentes, lideranças, artistas da cultura negra nacional e a garantia de pelo menos um pontão de cultura afro-brasileira por Estado. Nestes, e em tantos outros espaços debatemos e construímos insumos para o fortalecimento, fruição e fomento das culturas afro-brasileiras. Orientamos-nos em uma produção cultural afro-brasileira qualificada, com sentidos para os signos e símbolos, das continuidades e das rupturas com uma áurea de filiação. A dança, a música, o canto, as artes plásticas e visuais, as performances, sempre juntas. A Diversidade com Identidade. Isso não quer dizer que colocamos tudo no mesmo saco. Procuramos sempre tornar possíveis descrições minuciosas e não codificar regularidades. Nas generalizações esquecemos a importância dos fundadores. O pertencimento étnico-racial negro fica diluído. Para além do centro e da periferia há transversalmente, ancestralidade e identidade das culturas. Temas inseparáveis. Na co-relação entre o tempo e o espaço, continuidade e ruptura, tradição e modernidade, sem hiatos, é que discutimos, fomentamos, propomos, promovemos as questões e contribuições das culturas afro-brasileiras em um debate mais amplo, o da cultura. O Colegiado Setorial de Cultura Afro-Brasileira e a Fundação Cultural Palmares, protagonizaram em 2014, uma consulta pública nacional - presencial [em 20 Estados e Distrito Federal, totalizando 24 cidades] e ainda contribuições enviadas por meio digital [150] a partir de um Caderno de Diálogos1 vastamente distribuído pelo país, tanto nas cidades em que estivemos presencialmente fomentando o debate, quanto pelos correios e também pelo aproveitamento de agendas outras pautadas pelo Colegiado e pela Fundação Cultural Palmares para a construção do Plano Setorial de Cultura AfroBrasileira. Hoje, uma comissão [constituídas por membros do Colegiado e da Fundação Cultural Palmares] esta debruçada na sistematização destas informações. Solicitamos a Vossa Excelência a garantia da permanência deste processo, nos garantindo a possibilidade de apresentar diretrizes - consistentes e reais - para os próximos dez anos. Abaixo, elencamos oito objetivos do Plano: 1 – Planejar, criar e implantar programas, projetos e ações voltadas para o fortalecimento e promoção das Culturas Afro-Brasileiras para os próximos dez anos [2014-2024]; 2 – Implementar programas e ações para a valorização e fortalecimento dos Povos Tradicionais de Matriz Africana; 3 – Fortalecer e promover as manifestações culturais quilombolas; 4 – Fomentar e promover a transversalidade dialógica entre as culturas afrobrasileiras e as instituições públicas e privadas; 5 – Valorizar e visibilizar todas as manifestações culturais afro-brasileiras como forma de combate ao racismo; 6 – Fomentar e promover o acesso e a difusão para todas as formas de informação e comunicação; 1 Acesse o link: http://www.palmares.gov.br/wp-content/uploads/2014/04/Caderno-de-Di%C3%A1logoPlano-Setorial-para-a-Cultura-Afro-brasileira.pdf 7 – Fortalecer, fomentar e promover todos os mecanismos de ampliação e participação social das culturas afro-brasileiras; 8 – Ampliar o financiamento para as culturas afro-brasileiras. Aproveitamos, para solicitar a Vossa Excelência uma audiência logo após o Carnaval - dia 04/março/2015, e uma resposta breve da agenda para podermos articular a presença de lideranças de regiões distantes do País. [Arthur Leandro – etetuba@gmail.com / Lula Dantas - acaipontodecultura@gmail.com / Pedro Neto – inatoby@hotmail.com ] Desejando-lhe protestos de elevada estima e consideração, nos colocamos a disposição para outras informações. Colegiado Setorial de Culturas Afro-Brasileiras do Conselho Nacional de Politicas Culturais do Ministério da Cultura Arthur Leandro / Tata Kinamboji (PA) Paulo Cesar Pereira de Oliveira / Baba Paulo Ifatide (SP) Região Norte Mametu Nangetu (PA) Muagilê N’Zambi (PA) Janete de Oliveira (PA) Emanuel dos Santos Souza (PA) Tatá Dianvula (PA) Região Nordeste Mãe Neide (AL) Cláudia Cristina Puentes (AL) Pai Lula Dantas (BA) Mãe Beth de Oxum (PE) Edvaldo Pena da Silva - Ibuaroji (BA) Mãe Lucia Goes Brito (BA) Pai Gilson (AL) Rodrigo Petinati (AL) Região Sul Valmir Ferreira / Baba Diba (RS) Elza Vieira da Rosa (RS) Região Sudeste Mãe Márcia de Osun (RJ) Alexandre Braga (MG) Pedro Neto (SP) Jana Guinond (RJ) Flávio Costa (RJ) Sandra Campos (SP) Eduardo Brasil (SP) Lideranças tradicionais de matriz africana, associações, coletivos e artistas negros - Nacionais Instituto Ganga Zumba (SP - MG - BSB - Goiás – ES) REDE Nacional das Casas da Cultura Hip Hop ANAMAB - Associação Nacional da Moda Afro Brasileira FUNACULTY – Fundação de Apoio ao Culto e Tradição Yorùbá no Brasil REATA - Rede Amazônica de Tradições de Matriz Africana Mocambo Cultural - Coletivo de Artistas e Articuladores Negros REDE Kulrafro – de Empreendedores, Artistas e Produtores de Cultura Negra Soweto Organização Negra PPLE – Partido Popular de Liberdade de Expressão Afro-Brasileira Associação Nacional das Baianas de Acarajé Associação Nacional Cultural de Preservação do patrimônio Bantu/ACBANTU - Estaduais 1 – Desdêmona Ferreira Dantas – Iyálorixá Ilè Axé Oyá Funké – Presidente Ponto de Cultura Associação do Culto Afro Itabunense - ACAI – Itabuna-BA - Conselheira Municipal da Mulher, CMDCA e CMAS - Vice Presidente do Fórum de Cultura de Itabuna. 2 – Associação Cultural e Educacional Movimento Hip Hop Revolucionário 3 – Casa da Cultura Hip Hop de Guarulhos e do Alto Tiete 4 – Instituto Ganga Zumba SP - MG - BSB - Goiás - ES 5 – REDE Nacional das Casas da Cultura Hip Hop 6 – Iraci Santana - BA 7 – Adriano José – Ayo Produções - SP 8 – Edmeia Perereira Nascimento – BA 9 – Nego Júnior – SP – Samba Rock na Veia 10 – Marcelo Souza - SP 11 – Paula da Paz - SP 12 – Inácio Loiola “Moskito” - SP 13 – Mestre Ataliba - SP 14 – Newman Gregório - SP 15 – Makota Kizandembu Kiamaza – MG - ANAMAB - Associação Nacional da Moda Afro Brasileira 16 – Rodrigo Bruno Lima (Minhoca) – SP - Casa Mestre Ananias - Centro Paulistano de Capoeira e Tradições Baianas 17 – Prof. Chiquinho – AM 18 – Associação de Consciência Negra Quilombo /ASCONQ - Castanhal – PA 19 – Manso Mansumbando keke neta Nangetu – PA 20 – Ile Ase Palepa Mariwo Sesu – SP 21 – Centro Cultural Orunmilá – Ribeirão Preto – SP 22 – Terreiro de Candomblé Santa Bárbara – SP 23 – Ile Ase Ode Kitalecy – SP 24 – FUNACULTY – Fundação de Apoio ao Culto e Tradição Yorùbá no Brasil 25 – Fermapi - Fórum Estadual de Religiões de Matrizes Africanas do Piauí 26 – Ago Lona Associação Cultural – SP 27 – Neto de Azile – MA – FERMA Fórum Estadual de Religiões de Matriz Africana do Maranhão 28 – Ile Un Zambi e da ACUBALIN - SP 29 - Prof. Paulo Magalhães - Setorial de Culturas Populares da Bahia 30 - Coletivo Ginga de Angola - Universidade Federal da Bahia 31 – Profa. Teresinha Bernardo – Departamento de Antropologia da PUC SP 32 - REATA - Rede Amazônica de Tradições de Matriz Africana 33 - Ogan Arimatèia – AC 34 - Carlos Alberto De Souzé Fournier Filho (Tá Tá Bokule) - RR 35 – AFATABE - Associação dos Filhos e Amigos do Abassa Ngola Ashe Tata Bokule – RR 36 - Profa. Dra. Alexsara de Souza Maciel, Curso de Ciências Sociais/ UNIFAP e Conselheira Estadual de Educação / AP 37 - Luiz Fernando Costa e Leonor Araujo pelo Instituto Ganga Zumba - PA 38 - Batuque Afro Brasileiro de Nelson Silva - MG 39 - Associação de Mulheres Negras Chica da Silva, Juiz de Fora – MG 40 - Toy Vodunnon Huevyonan - PA 41 - Nochê Rosangela De Abê - Casa Grande Huevy – PA 42 – ASUAER - Associação de Umbanda Ameríndios e dos Cultos Afro Brasileiros de Roraima 43 - Mocambo Cultural - Coletivo de Artistas e Articuladores Negros 44 - REDE Amazônia Negra - Coordenação de Rondônia 45 - Zeca Lula - representante da Ecovale Associação de Quilombolas do Vale do Guaporé 46 – REDE Kulrafro – de Empreendedores, Artistas e Produtores de Cultura Negra – SP 47 - Paulo José de Oliveira - Coletivo Formiguense Livre de Arte, Cultura e Tradição - COLECULT – MG 48 - Cluster Indigenista Solidário - C´ÍNDIO´S – MG 49 – Fórum para as Culturas Populares e Tradicionais 50 - Babalawo Ifaseun Onifade - Egbe Mògàjí Ifá (Comunidade Herdeiros De Ifá) - GO 51 - Paulo Henrique Menezes da Silva (Mestre Paulão Kikongo) - RJ 52 - Liga Gonçalense de Capoeira - RJ 53 - Associação de Capoeira Kilombarte – RJ 54 - Egbe Ijo Agbonniregun Ató – GO 55 – Soweto Organização Negra – SP 56 - Ligia Borges Yle Asé Obê Fará Fórum Sergipano das Religiões De Matriz Africana 57 - Irivan de Assis Pejigan Bloco Afro Quilombo - Sergipe 58 - Centro Nanã Burukuque - SE 59 - Mãe Elze Xavier Maruim Sergipe 60 - Yle Asé Oxum Opara Estância Sergipe 61 - Irmandade Santa Bárbara Laranjeiras Sergipe 62 - Abaça Ogum Kacilicongo - Mãe Nega Maria Cícera Cardoso Riachuelo Sergipe 63 - Ile Axé Oya Messan Nasso Oká – PA 64 - Reinaldo Kayango Tata KIvonda Macapá, da ABYOA (Asssociação Beneficente do Ylê da Oxum Apara) – AP 65 - Abaça D'um Zambi Exirim Ni Sahara - Pai Jorge dos Santos - Laranjeira - SE 66 - Sociedade Afro Cultural Terreiro Filhos de Oba - Marieta Chagas - Laranjeira - SE 67 - Grupo de Capoeira Baraká - SP 68 – Moacir Silva de Castro - SP 69 - Bloco Afro Axé Quizomba - Gibaldo Souza, Aracaju - SE 70 - Abaça Ogun Marinho - Mãe Nair Josefa Maria dos Santos, Aracaju - SE 71 - Yle Axe Ode Talecy - Paulo Cesar Umbelino Piabeta Socorro – SE 72 - PPLE – Partido Popular de Liberdade de Expressão Afro-Brasileira 73 - Ase Idasile Ode – RJ 74 - Comitê Estadual de Cooperação Internacional entre os Povos de Matriz Africana do Rio de Janeiro 75 - Marcelo dos santos Monteiro - Presidente Nacional e Fundador do Conselho Consultivo do CETRAB – Centro de Tradições Afro-Brasileiras 76 - Merced Guimarães - Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos – IPN - RJ 77 - Instituto Palmares – Danilo Moura - BA 78 - Associação Nacional das Baianas de Acarajé 79 - Mãe Lúcia Omidewá - PB 80 - Associação Civil Comunidade África Brasil - Flavio Honório da Costa - RJ 81 - Ilê Olorofibô – RJ 82 – “REMA" - Rede de Matriz Africana – ES 83 – Bloco Afro Oju Obá – ES 84 - Everlane Moraes - Ilê Axé Opô Oxogun Ladê – SE 85 - Jorge André Silva - Comitê Popular Urbano 86 - Fabio Bernardo Furtado – Juventude de Terreiro – AP 87 - Mil onilètó - ile axe alagbede olodumare (Ma) 88 - Vivian Oyasse Terreiro vintem de Prata (BA) 89 – FONSANPOTMA – Fórum Nacional de Segurança Alimentar da População Tradicional de Matriz Africana 90 – ILABANTU – Instituto Latino Americano de Tradição Bantu 91 – Profa. Maria Lucia Montes – USP – SP 92 – Wilma Piedade – RJ 93 – Mãe Tuca de Osoguian – Paraíba 94 – Walmr Pereira do Carmo / Projeto Beleza Negra – 95 – Jongo Dita Ribeiro, Campinas - SP 96 – Ricardo Ruiz, 3 Ecologias.net/ PE 97 - Rede mandacaru Brasil - RN 98 - Omo Orixá  Babalorixa Fernandes José olufa - RN 99 - Pai Cássio de Ogum - RN 100 - Ia Luciene de Oya Ogum - RN 101 - Mãe Patrícia de Oxalá - RN 102 - Comissão de Povos Tradicionais de Terreiro Religiosas(os) do RN 103 - Articulação de homens de axé do RN 104 - Articulação de mulheres de axé do RN 105 - CEN rio grande do Norte 106 - Cenerab RN/Rede mandacaru Brasil 107 - Fórum permanente de educação e diversidade étnico racial do RN 108 - Articulação afrolgbtts do RN 109 - Articulação juventude do RN Rede mandacaru Brasil 110 - Jairo Moraes da Silva/ ACAOÃ - Associação Cultural Afrobrasileira de Oxaguiã/ PA Babá 111 - Tayando (Luiz Augusto Loureiro Cunha): Uniao das Comunidades Tradicionais Afro-amazônicas/ UNIMAZ – PA 112 - Mãe Nalva de Oxum - ACIYOMI- Associação Cultural Ilâ Iyabá Omi/ PA 113 - instituto bamburucema de cultura afro/amazônica (IBAMCA) – PA 114 - Associação Nacional Cultural de Preservação do patrimônio Bantu/ACBANTU - BA 115 - Lucivaldo Sena, movimento Afro-descendente MOCAMBO - PA 116 – Instituição de Tradições e Cultura Afro-brasileira São Judas Tadeu – Giovana Salles 117 – Terreiro Aldeia de Kavungo - Pai Geová 118 - Sociedade Beneficente e Cultural Izo Musambu Ria Nkisi Kukueto - Edneia Cabral da Silva 119 - Ilê Axé Ceja Unde Ellé - Maria José dos Santos 120 – Templo Espírita Nossa Senhora da Conceição - Maria das Graças Meireles dos Santos Lima 121 – Templo Espírita Ogum Beira Mar – Odete Quintino das Virgens 122 - Centro Espírita da Oxum - Rua São Sebastião, 62 - Joana Darc - Vitória - ES. 123 - Centro Espírita Caboclo Junco Verde - Escadaria Ana de Jesus, 63 - Romão - Vitória - ES. 124 - Centro Espírita Ogum Mata Virgem - Rua Augusto Teixeira, 38 - Redenção - Vitória - ES. 125 - Centro Espírita Pury Guerreiro - Rua São Lázaro, 01 - Conquista - Vitória - ES. 126 – Ilê Axê Kweseja Biefun – Valéria Lima Athaide 127 – Banda Ojú Obá – Geovan Silva 128 – Ilê Axé Odé - Ari de Oxossi 129 – Ilê Asé Odara - Jorginho D’Oxossi 130 – Centro Espírita Nossa Senhora dos Navegantes – Neuza da Silva Castro 131 – Centro Espírita Ogum das Matas - Deunira - Cariacica 132 – Centro de Cultura Afro-Brasileira Ilê Asé Obá Ayrá – R: João Marques Carvalho Braga, n° 22 Novo Parque- Cachoeiro de Itapemirim - ES. Telefone 28.9919.6754 - Amarildo Costa 133 – Centro Espírita Pai José - Rod. Serafim Derenze, 41- São Pedro - Vitória - ES. 134 – Centro Espírita Ogum Guerreiro (Sete Estrela Guia) - Rua Finamore, S/Nº - São Benedito - Vitória - ES. 135 – Centro Espírita São Miguel Arcanjo - Rua Professor Herminio Blackman, 277 - Bonfim - Vitória - ES. 136 – Abasa D'Oxum - Rua Monsenhor Raimundo Pereira Barroso, 16 - Bonfim - Vitória - ES 137 – Centro Espírita Nossa Senhora dos Navegantes - Rua Almirante Barroso, 33 - Praia do Suá - Vitória - ES. 138 – Centro Espírita Sultão das Matas - Rua Joaquim Gaudio, 36 - Ilha do Príncipe - Vitória - ES. 139 – Centro Espírita Vovó Cambina da Guiné – Ângela Medeiros - Cariacica 140 – Centro Espírita Santa Barbara - Rua Soldado Manoel Furtado, 10 - Santo Antônio Vitória - ES. 141 – Centro Espírita Vovó Benedita - Rod. Serafim Derenze 4415 - Redenção - Vitória - ES. 142 – Centro Espírita Mensageiro da Paz – José Geraldo das Mercês Junior - Cariacica 143 – Terreiro Quilombo São Jorge - Neia / Fernando Rodrigues - Bairro: Litorâneo - Cidade: São Mateus - ES. CEP: 29.932-700. fernan.rdrigues@gmail.com - Telefone: (27)3065-1001 144 – Centro Espírita Vovó Antônio de Aruanda, Rua Engenheiro Manoel Passos Barros, 383 - Caratoíra - Vitória - ES. 145 – Centro Espírita Pai João de Angola - Av. Dario Lourenço de Souza, 297 - Mário Cypreste - Vitória - ES. 146 – Ilê Asé Ayiaba Eleye Odo Asé Osumaré - Ladeira Bezerra de Menezes, 100, Ilha das Caeiras - Vitória - ES. 147 – Ilê Ya Oxun - Rua Menguita Vietra Amorim - Centro - Vitória - ES 148 – Ilé Axé Oba Irá - Rua Canela Nº 04 - Serra Dourada I - Serra - ES. Telef. 27- 9963.9806 Mobá. 149– Ilê Asè Igbo Omolú Asè Ósumaré Alaketu - Rua Desembargador Farias Santos, 150 - Santo Antônio - Vitória - ES. 151 – Centro Espírita Sta. Cruz "Fé Esperança e Caridade" - Rua Aleixo Neto, 240 - Gurigica - Vitória - ES. 152 – Ilê Asè Omim Karê Delmim – Luciana Vieira dos Santos 153 – Ilê Asè Oyá Onira – Paulo Cesar Vieira 154 – Centro Espírita Nossa Senhora Aparecida – Roberto Carlos Alves da Silva 155 – Centro Espírita Orixalá - Av. Mimoso Sul, s/n Itaparica, Vila Velha, ES. CEP: 29.102-340 156 – Centro Espírita Santa Clara de Assis - 3 gangas - R. Zeminio de Oliveira, 305 - Fradinhos - Vitória - ES. cescdatresgangas@gmail.com - Responsável / Babalorixá José Gomes 157 – Centro Espírita Pai Tomé das Almas - Endereço: Rua Paraíba 21 Térreo, Ponta da Fruta - Vila Velha - ES; Pai Marco ( 27-3314-2365/27-8126-7629 158 – Centro Espírita Vovô Antônio de Aruanda - Município: Vitória - E-mail: Não informado 159 – Casa do Senhor Ogum - Município: Vitória - E-mail: esperkallas@hotmail.com 160 – Centro de Umbanda Ogum e Yemanjá - Município: Vitoria - yaogeovanedeogum@hotmail.com 161 – Templo Espírita Nossa Senhora de Santana – Rod. José Sette, Km 4,5 - Bairro Santana - Cariacica - ES. CEP: 29.154-200 - Samara Lopes 162 – Ilê Axé Oyá – Vera de Ynhasã - Cariacica 163 – Centro Vovô Joaquim de Aruanda - Município: Vila Velha - centrovovoaruanda@hotmail.com 164 - Centro Espírita São Geraldo - Município: Vila Velha - grutasaogeraldo@terra.com.br 51 – Centro Vovô Joaquim de Aruanda - Município: Vila Velha - centrovovoaruanda@hotmail.com 165 - Centro de Umbanda Pai Tomé das Almas - Município: Vila Velha - mcastro.consultoria@hotmail.com 166 - Centro: GEOL - Grupo Espírita Obreiros da Luz - Município: Vila Velha - grupoespiritageol@yahoo.com.br - 54 – Centro Pai Joaquim de Aruanda - Município: Viana - E-mail: NÃO TEM 167 – Tenda de Umbanda Baiano José Remeiro - Município: Viana - nanda_shlyn@hotmail.com 168 – Templo de Caridade Mãe Yemanjá - Município: Serra - E-mail: kellyllua@hotmail.com - niltonbermudes@pop.com.br 57 – Centro Espírita de Pai João de Angola - Município:serra - E-mail: nao tem 169 – Egbé Babá Ajagunà – Luiz Cláudio Andrade 170 – Centro Espírita Nossa Senhora da Conceição (Cachoeiro de Itapemirim) – Eleni dos Santos 171 – Centro Espírita Santo Antônio – Sebastião Rogério Matias 172 – Ilé Asé Omò Oyá – Júlia Cristina Fernandes de Oliveira 173 – Centro Espírita Pai Benedito das Almas Município: Serra - v.ffarias@hotmail.com 174 – Centro Espírita São Jorge – Sebastiana Gonçalves Alves - Fundão 175 – Ilè Asè Ajú Efon – Ponta da Fruta - Vila Velha - ES. Sebastião Fernandes da Silva 176 - Associação Religiosa Beneficente e Cultural Ilê Asé Ará Madará - Rua Cabo Hermindo Costa Longa, 55 - Lote 28 Q- 16 - Ponta da Fruta - CEP: 29.125-000 Vila Velha telef. 27-3242.3851 - ES. Jorge da Silva Lisboa 177 - Centro Espírita São Expedito - Rua Filareto Loureiro Nº 05 - Vila do Riacho - Aracruz - ES. Telef. 27-3250.9209. Antônio Ramos dos Santos 178- Centro Espírita Ogum de Ronda - Rua da Pedreira S/Nº - Bairro Dom Bosco - Cariacica - ES. CEP: 29.147-321 - Delmira D'Ogum 179 - Centro Espírita São Roque - Rua Ébano 246 - Santa Paula I - Vila Velha - CEP: 29.126-162 Telef. 27-3244.6006 - ES. Vanderlei Rosa Viegas 180 - Centro Espírita São Miguel Arcanjo - Rua Dr. Assis Bandeira nº 4 - Santos Dumont - Vila Velha CEP: 29.109-230- ES - Telef. 3031.7464 / 9312.1001 - . Márcio Augusto Pitomba 181- Centro Espírita São Jorge e Imaculada Conceição - Munic. Burarama Furquilha S/Nº - Cachoeiro do Itapemirim - ES. Telefone 28.9917.6634 - Rosana Diniz Sabra 182 - Centro Espírita São Sebastião dos Artírios - Rua Abel Cardoso Coelho, 22 Fundo Rui Pinto Bandeira - Cachoeiro de Itapemirim - ES. Telefone 28.9964.7429 - Joana Darck de Oliveira. 183- Centro Espírita Menino Jesus e Nossa Senhora de Aparecida - Niecina Ferreira de Paula (Dona Isolina) - R: Erivaldo da Silva 49, Zumbi Cachoeiro de Itapemirim - ES. Telefone 28.9925.0525 184 - Centro Espírita São Jorge Guerreiro - R: Ecoporanga 45, Zumbi Cachoeiro de Itapemirim - ES - TEL: (28) 3522-8427 Luciano Muniz Vargas. 185 - Ilé Asé Igba Alagunon - Rua Humberto Gobbi S/Nº Enseada Capuba - Jacaraipe - Serra - ES. Telef. 27.9963.9806 - Robson Cuzzuol. 186 - Ilé Axé Palácio de Oxalá - Edson - Telefone 27-3245.6782 187 - Ilé Asé Ibori Ogum - Paulo Cesar de Freitas - Rua Alfredo Chaves 31, Liberdade - Cariacica. 188 - Centro Espírita Pai Joaquim de Aruanda - CEPAJAN - Marcos Barreto Coelho 189 - Centro Espírita Santa Rita de Cássia - Elza Rodrigues 190 - Templo de Umbanda Tia Chica da Guiné - Município: Vitoria - jumara.rocha34@gmail.com 191 - Centro Umbandista Caboclo Rei Caçador e Pai Jose - Campo Grande - Cariacica - wayresferraz@live.com 81- Templo de Umbanda Oxalá e Nsa.da Conceição - Município Guaçui - contato@paioxala.com.br - comunidadeumbanda@hotmail.com 192 - Centro Espírita Orixalá - Município: Serra - gaucho20052005@hotmail.com adm@centroespiritaorixala.com.br 193 - Centro Espírita Pai Benedito das Almas Município: Serra - v.ffarias@hotmail.com 194 - Folia de Reis Estrela do Mar – Rogério Vieira Machado - Linhares 195 - Jongo da Comunidade Quilombola de Presidente Kennedy - GLBT - Leonardo dos Santos 196 - Movimento Negro de Vargem Alta – “CEAFRO” - Janete Vilela da Paschoa 197 - Assoc. Cult. Artíst. Popular Orientada ao Esporte – Ensino Desen. Capoeira e Cult. Norte ES. 198 - Grupo de Danças ESTIRTE (Danças para os Orixás) - Fabrício Santos - Mucuricí / ES. fabriciosantos_27@hotmail.com - Telefone (27)99851.3265 199 - Associação Cultural e Educacional de Capoeira Filhos da Princesa do Sul 200 - Bloco Carnavalesco Império do Arco-Íris – GLBT - Marcos Carvalho - Cachoeiro de Itapemirim 91- Assoc. Morad. Prod. Rurais R. Claro - Ponto Cult. O Congo Abrindo Fronteiras - Manoel Lima 201 - “Oba-Range” - Associação Oba Range Raça Pele Dundum Axé no Brasil – ABERES - (Interior do estado) - Luiz Alberto de Souza Freitas 202 - Associação de Capoeira Dendê - Ponto de Cultura Capoeira Dendê - Armando Mecenas 94- Grupo da Cultura Negra Bate Fecha – Dona Izolina - Cachoeiro de Itapemirim 203 - Grupo de Caxambu de Cachoeiro de Itapemirim – Maria Laurinda 204 - Cia de Dança Odê Modê – Iolanda Araujo 205 - Bloco Carnavalesco Porto de Cima – Anchieta - Sônia Santos 206 - Grupo Raízes da Piedade – Escola de Samba do Morro da Piedade – Marta Caretta 207 - Grupo de Jongo do Município de Itapemirim - ES. 208 - Congo do Município de Itapemirim - ES. 209 - Congo do Município de Anchieta. 210 - Grupo Folclórico Jaraguá Município de Anchieta - ES. 211 - Bloco Carnavalesco Pega Lavado Município de Anchieta - ES. 212 - Bloco Carnavalesco Burrinha da Pinga Município de Anchieta. 213 - Mulheres Negras Artesã do Município de Piuma - ES. 214 - Mulheres Marisqueiras Município de Piuma - ES. 215 - Mulheres Negras do Município de Kennedy. 216 - Mulheres Negras da Comunidade Tradicional de Pescadores do Município de Itapemirim. 217 - Grupo de Jovens Negros do Município de Marataízes. 218 - Comunidade Congueira de São Mateus do Município de Anchieta - ES. 219 - Associação de Pescadores do Município de Piúma - ES. 220 - Centro Espírita São Pedro - Rua Beira Rio, 123 - Piuma - ES. 221 - Associação de Artesanato em Fibra de Bananeira de Ubú, Município de Anchieta. 222 - Jongo de Muqui - Av. Vieira Machado, 150 - Muqui - ES. Roneirosa@hotmail.com 28-9957.1081 (Aroldo). 223 - K'we Ce Gci Leggi - Nação Gêge - Rua Caboclo Bernardo, 41 - Caratoíra - Vitória - ES. 224 - Associação de Capoeira de Linhares – Mestre Militão 225 - Fórum de Mulheres Negras, UCM – União de Mulheres Cachoeirense – Eurides Luiz Amaro 226 - Banda de Música da Escola Talma Sarmento de Miranda 227 - Associação de Mulheres Negras de Cariacica - Veraldina Nascimento 228 - Comunidade Negra de São Mateus, município de Anchieta 229 - Banda de Congo de Anchieta – Juarez 230 - Juventude Negra Vargem Alta 231 - Grupo Pagode Vargem Alta - Marcos Antônio 232 - Associação das Mulheres Negra de Itapemirim - Izabela Souza 233 - Grêmio Recreativo Bloco Carnavalesco Explosão do Novo Parque – Celita Costa 234 - Jongo de Presidente Kennedy - Leonardo 235 - Banda de Congo São Sebastião do Itaquaruçu – Valdecir Vieira do Nascimento 236 - Cia Cumby Congo – Sr. Prudêncio Santos 237 - Grupo Musical Anarquistas – Raphael Marchesi 238 - Associação Mulheres Quilombolas – Sapê do Norte - Olindina Serafim Nascimento 239 – Mãe Baiana - DF

http://portalafricas.com.br/v1/wp-content/uploads/2015/01/Carta-ao-Ministro-Juca-Ferreira-FINAL-JAN-2015-1.pdf

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN