PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

domingo, 30 de setembro de 2012

ORIGEM DOS CIGANOS....


ORIGEM DOS CIGANOS
                        Um grande rio corta a Região Noroeste da Índia, onde fica hoje o Paquistão. Seu nome é Indus e das suas margens partiu, expulso por invasores Árabes há quase 3 mil anos, um povo amante da música, das cores alegres e da magia. Esta, pelo menos, é a explicação dos estudiosos para a origem dos Ciganos. E o que a fundamenta é a grande semelhança do Romanês (ou Romani – idioma falado pelos Ciganos), com o Sânscrito (a língua clássica Indiana). O que não se sabe ainda é se esses eternos viajantes pertenciam a uma casta inferior dentro da Hierarquia Indiana (os parias) ou se eram orgulhosos Raiputs (uma casta aristocrática e militar). Independente de qual fosse o seu status, a partir do êxodo pelo Oriente, os Ciganos se dedicaram com exclusividade a Atividade de cavalos, saltimbancos, comerciantes de miudezas e praticantes das Artes Divinatórias. Por onde passaram, ganharam fama de um povo que tinha horror à agricultura. Viajavam sempre em grandes carroções coloridos e criaram nomes poéticos para si próprios, como exemplo: Filhos das Estrelas, Irmãos das Águas, Viajantes do Vento e Povo das Estradas, entre outros.
                        A Família é à base da organização social dos Ciganos. E não há hierarquia rígida no interior dos grupos. O comando normalmente é exercido pelo homem mais capaz, uma vez que os Ciganos respeitam acima de tudo a inteligência. Este homem é o KAKU e representa a tribo na KRISROMANI, uma espécie de tribunal Cigano formado pelos membros mais respeitados de cada comunidade, com a função de punir quem transgride a rígida ética Cigana. A figura feminina tem sua importância e é comum haver lideranças femininas como as PHURY-DAY (Matriarca) e as BIBI (Tias-conselheiras), sem falar que nenhum cigano deixa de consultar as avós, mães e tias para resolver problemas importantes por meio da leitura da sorte.
                        O Misticismo e a religiosidade, aliás, fazem parte de todos os hábitos da vida Cigana. Normalmente, assimilam as religiões do lugar onde se encontram, mais jamais deixam de lado o culto aos antepassados, o temor dos maus-olhados, a crença na reencarnação e nas forças do destino (BAJI), contra a qual não adianta lutar. Quase todos são devotos de Santa Sara, e aqui no Brasil, também a Nossa Senhora Aparecida. Todo Cigano venera um Deus, mas o Cigano não está preso a religião alguma, é, no entanto ligado à Magia.
                         Em geral são belos, morenos, dolicocéfalos, olhos grandes e vivos, roso ossudo, fronte estreita, nariz adunco, dentadura magnífica, andar vivo e irregular. Naturalmente elegantes, tem porte e majestade. Gesticulam em demasia. Ardentes e alegres, atingem grande longevidade. As mulheres são bonitas e graciosas, embora envelheçam precocemente devido à excessiva exposição do sol pela vida nômade. Mas usam enfeites, talco, pós de atração, perfume, mil saias e sabem fazer bem o amor.
                        Não há um traje Cigano, mas uma maneira Cigana de trajar. Apreciam as cores berrantes, os tecidos brilhantes, os brocados. As crianças andam nuas, muitas vezes. As mulheres vestem-se de cores vivas, com grandes saias rodadas, superpostas e lenços à cabeça. Usam os cabelos soltos ou em tranças, enfeitados de fitas ou moedinhas e exibem grandes variedades de jóias e fantasias, sobretudo brincos e pulseiras.
                         São em geral carnívoros e gostam de doces e frutas, gostam também do vinho, da cerveja e as aguardentes fortes. Homens e mulheres são dados ao fumo. Sua bebida é o SIFRIT.
                         O instrumento mais usado é o violino. Usam também pandeiros e castanholas.
                         Apesar das diferenças locais e dos regionalismos eles mantém viva ainda os traços fundamentais. O nomadismo permitiu a preservação dessa cultura diante dos ataques que sempre foram alvos. Na Idade Média eram queimados em fogueira. Embora todos tivessem sido nômade, é entre os ROM que se encontra hoje mais facilmente o nomadismo e em estado puro. Apreciam o ar livre e amam dormir à luz das estrelas, mesmo os sedentários. Habitam em tendas (ceras) de porta aberta para o sul ou na direção oposta ao vento ou em grandes carroças pintadas sobre rodas.
                        As cartas não mentem, porque entre elas, o consulente e a cartomante, estabelecem um poderoso campo magnético. Ainda que o consulente pretenda blefar, as suas energias profundas e a energia que emana das cartas favorecem um diálogo cabalístico que vai determinar a posição das lâminas durante o jogo e acima de tudo a grande força da intuição e a percepção da cartomante, dada pelos CIGANOS DO ORIENTE.


     

Segundo os Ciganos, Sara foi escrava egípcia de uma das três Marias (Madalena, Jacobé ou Salomé) e juntamente com elas, José Arimatéia, Trófimo e Lázaro foi atirada pelos judeus numa barca sem remos, nem alimentos.
Por um milagre, todos chegaram salvos a uma praia perto da foz do Petit Rhône, local hoje conhecido por Santas-Marias - do - Mar, em Camarga na província de Languedoc (Sul da França).
É para lá que convergem nos dias 24 e 25 de maio os ciganos de todo o mundo, a fim de visitar a cripta de Sara e, sobretudo, se encontrar com ela. Os ciganos, a cavalo, levam a estátua de Sara ao mar, e são seguidos por um cortejo de outros ciganos, de católicos e turistas.


 

 

 
CARTA 01 - CAVALEIRO/MOVIMENTO
Concretizações e realizações dos objetivos propostos. Algo que ainda não está “materializado”, porém está a caminho.

CARTA  02 - TREVO/OBSTÁCULOS
 Paus e pedras que são colocados em nosso caminho para que tropecemos e percamos o rumo. Algo momentâneo, que pode ser transporto ou superado.

CARTA 03 - MAR/NAVIO/SAÚDE/VIAGEM/MUDANÇA 
Simboliza mudança positiva, ocorrendo tanto no plano material, como no plano espiritual, podendo significar viagem ou saúde, pelo Simbolismo do Mar com a Origem da Vida.
    
CARTA 04 - CASA/EQUILÍBRIO/FAMÍLIA
 É o ponto de equilíbrio e de apoio, tanto interno como externo. Também simboliza a Família como a “célula matter”.
CARTA 05 - ÁRVORE/FARTURA/ABUNDÂNCIA 
Troca de energias entre as pessoas, dar, receber, compartilhar, dividir.
    
CARTA 06 - NUVENS/TURBULÊNCIA 
Cabeça tumultuada, coisas pouco claras e pouco nítidas, tendência a tirar conclusões erradas. Cuidado para não se tomar atitudes apressadas, porém passageiro.
CARTA 07 – SERPENTE/COBRA/CONFUSÕES
 Discórdia, desarmonia, pessoas venenosas tentando desestruturar. Perigoso, pois é algo intencional.
CARTA 08 – ESQUIFE/PERDAS
 Algo que acabou, que não tem mais energia própria, podendo ocorrer tanto no plano espiritual, quanto no plano material.
CARTA 09 – FLORES/PROFUNDAS ALEGRIAS 
Algo profundo que vem de nosso interior e transborda, à alegria de flores do campo.
CARTA 10 – FOICE/TRANSFORMAÇÃO 
Algo que está passando por uma transformação, reavaliação, reformulação, objetivando algo melhor. Não deve ser interrompido, porém levado até a conclusão.
      
CARTA 11 – CHICOTE/MAGIA 
Força, energia, potencial energético, força mental. Sozinha não é boa nem má. A sua utilização é que define o sei objetivo

CARTA 12 – PÁSSAROS 
Pequenas atenções e pequenas alegrias. O romantismo, o colorido da vida, o que dá o verdadeiro sentido à vida.
CARTA 13 – CRIANÇA/ALEGRIA DE VIVER
Nosso lado mais espontâneo e verdadeiro, a ingenuidade. A criança que habita dentro de cada um. Também simboliza filhos pequenos.

CARTA 14 – RAPOSA/ARMADILHA
 Algo aparentemente bom e bonito, porém a realidade é contrária. Intenção de nos desviar de nosso caminho, ou de fazer com que caiamos na armadilha.
CARTA 15 – URSO/INVEJA
Falsidade, aquele que se faz de amigo, porém não é. Usa nossa intimidade para nos derrubar. Simboliza o “olho grande” que é o pior dos feitiços.

CARTA 16 – ESTRELA/SORTE 
A luz que orienta e ilumina, o destino, ou o Carma de cada um. A força que nos guia.
CARTA 17 – CEGONHA/NOVIDADES
 Novas oportunidades, novos caminhos, novos objetivos, iniciando uma nova fase da vida, diferente do que foi desenvolvido até o momento.

CARTA 18 – CÃO/ALIADO 
Amigo fiel, aquele em que se pode confiar, com que se pode contar, que pula na frente para nos defender, um grande aliado.
CARTA 19 – TORRE/MUNDO ESPIRITUAL 
O “Eu Verdadeiro”, o que somos realmente, o que está “por trás dos muros”. Não tem nada a ver com o mundo material.

CARTA 20 – JARDIM/PARTE BONITA DA VIDA
 Depende de nós, o que escolhemos para plantar, é o que vamos colher vida a fora.

CARTA 21 – MONTANHA/JUSTIÇA
 A justiça prevalecendo independente do interesse individual, as coisas sendo consideradas pelo que realmente são.

CARTA 22 – CAMINHO/ESTRADA DA VIDA
O rumo da vida de cada um, o que está no caminho, no nosso destino.

CARTA 23 – RATO/DESGASTES
 Pequenas perdas, pequenos aborrecimentos e chateações, desgastes de energia, desânimo.
CARTA 24 – CORAÇÃO/PROFUNDO SENTIMENTO
 Emoção, sensibilidade, intuição, o lado sentimental, podendo ser tanto amor quanto ódio.
CARTA 25 – ANEL/ALIANÇA/ASSOCIAÇÃO 
Duas metades que se unem para formar uma unidade, podendo ser de coração, de trabalho, de amizade, espiritual ou casamento.
          
CARTA 26 – LIVROS/ESTUDO/TRABALHO/PROFISSÃO 
Mente, raciocínio, inteligência, tudo que mexe com o cérebro, ou que tenhamos que colocar nosso esforço intelectual.
CARTA 27 – CARTA/NOTÍCIA
 Aviso, mensagem. Algo específico que as cartas querem salientar ou mostrar.

CARTA 28 – HOMEM/CIGANO 
O companheiro, ou o que seria a companheiro ideal, pode representar também a pai, irmão, esposo, amigo, chefe. Enfim um homem com destaque na vida da pessoa.  
CARTA 29 – MULHER/CIGANA
 A companheira, ou o que seria a companheira ideal, pode representar também a mãe, irmã, esposa, amiga, chefe. Enfim uma mulher com destaque na vida da pessoa.
CARTA 30 – LÍRIOS/PAZ
 Paz profunda, intensa, consigo mesmo, interior, pureza e verdade.
CARTA 31 – SOL/CRESCIMENTO 
Luz, força, energia, expansão. Força criativa e criadora.
CARTA 32 – LUA/HONRARIAS 
Ter o reconhecimento devido. Receber as honrarias e os méritos pelos esforços realizados. Merecimentos devidos.

CARTA 33 – CHAVE/SOLUÇÃO
Resposta aos questionamentos, aos problemas individuais, indicador da solução adequada.

CARTA 34 – PEIXES/MATÉRIA/DINHEIRO
 A parte material da vida, algo concreto e objetivo. Moeda financeira, meio de troca.
  
CARTA 35 – ÂNCORA/SEGURANÇA
Algo firme e seguro, em que se pode confiar e contar. Felicidade. Estabilidade. Êxito.
CARTA 36 – CRUZ/VITÓRIA
O ponto de encontro, o triunfo, os objetivos sendo alcançados e atingidos.





OS 12 MANDAMENTOS CIGANOS



 1º  Amar a Deus acima de tudo e respeitar todos os Santos;
            2º  Respeitar a Semana Santa;
3º Respeitar todas as Religiões e credos que elevam o nome de Deus – Nosso Pai;
  4º Ajudar-se mutuamente;
  5º Amar e não desmerecer nenhuma criança;
  6º Respeitar os idosos e não desprezar a sua sabedoria;
  7º Não mostrar o corpo;
  8º Não se prostituir;
  9º Manter a fidelidade entre os casais;
10º Não se envergonhar de sua origem;
11º Não deixar de praticar o dom da adivinhação;
12º Não trair seu povo.


MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN