PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

sexta-feira, 4 de maio de 2012

CAPS VAO RECEBER MAIS RECURSOS

CAPS vão receber mais recursos da Saúde

Postado: Fri, 04 May 2012 21:47:45 +0000
Fonte: Radius Images/Corbis
Ministério da Saúde publicou nessa sexta-feira (04) duas portarias vão proporcionar melhores condições de tratamento às pessoas com transtornos mentais e/ou que fazem uso de álcool e outras drogas. Com a medida, o ministério investirá mais de R$ 2,5 milhões ao limite financeiro anual de Média e Alta Complexidade dos estados de Goiás, Paraíba, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.
A verba servirá para ampliar os recursos dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) localizados em Inhumas (GO), Cuité (PB), Fraiburgo (SC), São Paulo (SP), Formoso do Araguaia (TO). Os CAPS AD oferecem tratamento continuado a pessoas – e seus familiares – com problemas relacionados ao uso abusivo e/ou dependência de álcool, crack e outras drogas.
Apoio – Já na capital de São Paulo, outra portaria destina mais R$ 468 mil por ano para o CAPS AD 24 Horas da Sé. Este centro fará o atendimento de usuários de álcool e outras drogas. Antes de passar a funcionar em tempo integral o Centro recebia R$ 444 mil por ano.
O Centro da Sé é considerado de grande importância dentro da capital paulista por estar localizado no bairro Parque D. Pedro II, onde há uma população em risco social como os albergados e pessoas em situação de rua.
O aumento do limite financeiro anual de Média e Alta Complexidade dos estados faz parte das ações do programa “Crack, é possível vencer”, lançado em dezembro do ano passado – com ações interministeriais- que envolvem os ministérios da Justiça, da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, além da Casa Civil e da Secretaria de Direitos Humanos.
O programa prevê investimento nos próximos três anos de R$ 4 bilhões no combate ao crack. Do total, cerca de R$ 2 bilhões são destinados à saúde do cidadão brasileiro.
Fonte: Zeca Moreira / Agência Saúde

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN