PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

sábado, 18 de maio de 2013

ESTA SENDO REALIZADO NO BRASIL UMA CONSULTA DA SOCIEDADE CIVIL SOBRE O MUNDO QUE QUEREMOS APÓS 2015 TENDO COMO REFERÊNCIA OS OBJETIVOS DO MILÊNIO .- CONEN NACIONAL

ESTA SENDO REALIZADO NO BRASIL UMA CONSULTA DA SOCIEDADE CIVIL SOBRE O MUNDO QUE QUEREMOS APÓS 2015 TENDO COMO REFERÊNCIA OS OBJETIVOS DO MILÊNIO .
SÃO VARIAS OFICINAS A SEREM REALIZADS NO BRASIL SENDO UM TEMA EM CADA ESTADO AQUI NA BAHIA FICAMOS COM O TEMA DIVERSIDADE E IGUALDADE RACIAL .
A ABONG É A RESPONSAVEL POR ORGANIZAR ESTAS OFICINAS EM TODO PAÍS E FEZ PARCERIA CONOSCO DA CONEN PARA SERMOS COORDENA DORES DESTE PROCESSO ALEM DE PARTICIPANTE.
ESTA OFICINA FOI REALIZADA PARA TODAS ORGANIZAÇÕES DO MOVIMENTO NEGRO.
ASSIM SENDO, ESTAMOS ENVIANDO PARA CONHECIMENTO AS PROPOSTAS APRESENTADAS PELO FORUM CONEN - BAHIA EM NOME DA CONEN NACIONAL.

SEMINÁRIO / OFICINA                                                               CONSULTA 



NACIONAL SOBRE OBJETIVOS DO MILÊNIO E A DIVERSIDADE  E 



IGUALDADE RACIAL



16 / MAIO / 2013 (QUINTA – FEIRA)



OBJETIVO



DEFINIR METAS E PRIORIDADES DA SOCIEDADE CIVIL PARA A AGENDA INTERNACIONAL DE



DESENVOLVIMENTO PÓS-2015



 RESULTADOS ESPERADOS



·        ACORDAR RECOMENDAÇÕES PARA O GOVERNO BRASILEIRO E PARA AS NAÇÕES



UNIDAS EM TEMAS RELATIVOS À DIVERSIDADE E IGUALDADE RACIAL;



·        DESENVOLVER PROPOSTAS DE MONITORAMENTO PARTICIPATIVO DAS METAS PÓS-



2015 RELATIVOS À DIVERSIDADE E IGUALDADE RACIAL;



·        SUGERIR MECANISMOS/POLÍTICAS DE FINANCIAMENTO DAS METAS PÓS-2015



RELACIONADAS À DIVERSIDADE E IGUALDADE RACIAL.



PROPOSTAS DA CONEN – COORDENAÇÃO NACIONAL DE ENTIADES NEGRAS



CONCEPÇÃO NORTEADORA :



Consciência de que não existirá alcance de sucesso para qualquer programa que se pretenda



referenciado em desenvolvimento com justiça social e ambiental, se o mesmo não esta



ancorado no combate ao racismo e suas históricas e brutais atrocidades resultantes,



concepção esta que nos conduz a afirmar que a ausência da dimensão de desafios para



superação dos danos sócio-raciais entre os 8 Objetivos do Milênio, adotados pela Assembleia



Geral das Nações Unidas através da resolução 55/2, de 8 de Setembro de 2000,  com



anuência de 189 países signatários, é consequência de uma visão de mundo que alem de



não reconhecer a dívida histórica, também nega a importância deste ancoramento como



compromisso social preponderante ou o considera descartável.



Entendemos que as elaborações e consequente compartilhamento de convergência  com



as demais organizações nacionais e internacionais a serem apresentadas em forma de



proposições refletindo  expectativas e desejos enquanto desafios resultantes desta consulta



no contexto das organizações da sociedade civil comprometidas com o tema, deverão



ter como horizonte para seu cumprimento o período do Decênio Internacional Para as



Populações Afrodescendentes, estabelecido pela própria ONU,  



PROPOSTAS :



PARA O GOVERNO BRASILEIRO E PARA A ONU



v Ampliar para 50%  o percentual da presença de negros e negras nas universidades



públicas.



v Eliminar as disparidades salariais para uma mesma função entre a população negra e



branca, considerando as questões de gênero.



v Criar mecanismos para eliminar a  ausência da população negra no mercado de



trabalho.



v Estabelecer mecanismos para cessar  o extermínio da juventude negra.



v Estabelecer um plano de trabalho  que alcance a meta de 100% das titulações de terra



para as comunidades quilombolas em um período de 10 anos



v Estabelecer uma política de moradia digna que supere a existência de moradores(as)



de rua , realidade onde a população negra é maioria em alguns estados.



v Estabelecer como um dos referencias para a  implantação de políticas públicas o



cumprimento dos itens  contidos no Plano de Ação e  Declaração  aprovado na III



Conferência Mundial Contra o Racismo, a Xenofobia e Formas Conexas de Intolerância.



PARA A ONU



v Criar mecanismos que contribuam  com consolidação da democracia, erradicação da



pobreza e  impulsionamento do desenvolvimento sustentável no Continente Africano.



v Estabelecimento de fundo para promoção do desenvolvimento com justiça social e



ambiental no Haiti.



CONEN - COORDENAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES NEGRAS

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN