PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

CONTRIBUA QUALQUER VALOR PAG SEGURO UOL OU PELA AG: 9314 CONTA 08341 2 BANCO ITAU

terça-feira, 27 de março de 2012

AOS PROFESSORES E PROFESSORAS GAYS, LÉSBICAS, TRANS E HETEROSSEXUAIS

No dia 22 de março foi aprovado, pela Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, um projeto de lei que proíbe a distribuição de qualquer material didático sobre diversidade sexual e combate à homofobia nas escolas públicas da capital. Isso mesmo: uma lei que proíbe que se discuta a discriminação por orientação sexual nas nossas escolas.
Esse não é um projeto louco e sem sentido que nunca vai ser aprovado. Esse projeto já foi aprovado em primeira votação. E por 21 votos a 9! Se essa lei entrar em vigor, não tenha dúvida, outras virão. E a gente já pode imaginar o próximo passo. Hoje eles proíbem livros e materiais que discutam diversidade sexual e homofobia. Amanhã, vão proibir professores homossexuais e transexuais de darem aula na educação básica. Isso já está acontecendo na prática na rede particular. Não são poucas as histórias de educadores/as demitidos/as - ou nem sequer contratados/as - por causa da sua orientação sexual. Em algumas redes públicas já circulam recomendações para que professores ou professoras com um jeitinho suspeito sejam deslocados para funções administrativas. ISSO NÃO É BRINCADEIRA. NÃO É EXAGERO. INFELIZMENTE É A NOSSA REALIDADE EM PLENO 2012. E NO RIO DE JANEIRO.
Não fique parado/a. Junte-se nessa luta, que não é só minha, não é só sua: é nossa. De todos e todas que querem uma educação que não tenha medo de enfrentar a homofobia, o sexismo, o racismo e toda e qualquer forma de discriminação e desigualdade. Uma educação laica de verdade, onde a religião seja uma escolha individual de cada sujeito, mas jamais condicione os conteúdos de aula. Uma educação que ensine o respeito ao outro e a capacidade crítica diante do mundo. Uma educação não inventada nos gabinetes de vereadores facistas, mas construída por educadores e educadoras negros, brancos, homens, mulheres, heterossexuais, homossexuais, transexuais, enfim, humanos, em toda a sua diversidade.
Participe:
ATO EDUCAR PARA A DIVERSIDADE
CONTRA A LEI QUE PROÍBE O COMBATE À HOMOFOBIA NAS ESCOLAS DO RIO!
Dia 27 de março | 15h | Cinelândia

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!
Ocorreu um erro neste gadget

Postagens populares

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN